Páginas

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Natal

Vista do litoral norte de Natal (RN)

Natal é lá onde o Brasil faz a curva à esqueda. É uma cidade bastante grande, com cerca de 800 mil habitantes. Mesmo com uma semana por lá, pude sair para conhecer os principais pontos turísticos somente a partir de sexta-feira. Por isso, vi muito pouco. Agora dá para contar o que fui fazer: prestar um concurso público para professor da UFRN.

*

O concurso foi muito cansativo. Uma bateria de provas, em dias seguidos, com duras arguições da banca. No final de tudo, somente eu (de 6 candidatos) fui aprovada. Não foi nada fácil: física, intelectual e psicologicamente.

Genipabu

Genipabu, ao contrário do que pensava, é muito perto de Natal - se for pela orla. Conhecida pelas dunas, a praia tem muitos atrativos turísticos, com destaque para o lindíssimo mar calmo e verde. Não fiz o passeio de buggy, porque sozinha não tem graça. Vendo a imagem abaixo, das dunas, dá para lembrar do quê?!


Subir dá um certo cansaço nas pernas, ainda mais debaixo do sol escaldante constante na terrinha chamada, não por acaso, de cidade do sol. Mas a vista de lá é deslumbrante. E o vento forte que bate por lá ajuda a refrescar um pouco. No topo, há barracas que vendem - a calhar - bebidas bem geladas: água de coco, cerveja, refrigerante, água.


Quem ainda tiver coragem de encarar o sol de deserto, pode dar um passeio de dromedário. Não tive coragem de fazer isso com os bichinhos, que - acostumados com o sol e o calor - chegam a ficar 3 dias sem tomar água. Quem quiser encarar, precisa desembolsar 35 reais por 15 minutos de passeio ou 60 reais por 30 minutos de passeio. Achei muita exploração dos bichanos.


sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Ponta Negra - Natal


Ponta Negra - Natal (RN)

Somente hoje tive um tempo de folga e pude, finalmente, ir a alguma praia de Natal. Ponta Negra é a melhor praia urbana, mas totalmente voltada ao turista. Isso significa que lá tudo está camuflado para o turista: ruas bonitinhas, lojinhas, bares e restaurantes. Além disso, há um problema sério por lá: muitos gringos à procura de turismo sexual. Apesar disso, a cor do mar é realmente muito bonita, em tom verde, e um clima muito bom. O maior atrativo da praia é o Morro do Careca (na foto é o morro "careca" ao fundo).

sábado, 20 de novembro de 2010

Tô indo...


...para Natal. Amanhã embarco cedinho e volto só no outro domingo. Espero trazer novidades, boas, e fotos. Ainda não é dessa vez que vou poder desbravar a região e conhecer praias distantes do centro urbano, como a Praia de Pipa, nem andar de buggy nas dunas de Genipabu, mas vai dar para ver alguma coisa.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Pitágoras 500

Hoje foi batido o martelo, depois de meses em banho-maria: a Revista de Estudos Teatrais, Pitágoras 500, sairá. A ideia é minha, mas a iniciativa foi minha e da Larissa; agora o chefe do Departamento de Artes Cênicas da Unicamp adotou e se empolgou. Muita burocracia, trabalhos, ideias que surgem, entraves. Apesar disso tudo, acredito que será um periódico interessante sobre as artes cênicas. Previsão de lançamento: próximo semestre.

2010

2010 ainda não acabou, mas já está pedindo arrego. Foi um ano complicado, cheio de contratempos e notícias ruins. Começou mal e parecia querer terminar pior ainda. Mas ele ainda tem tempo de se regenerar e me trazer boas e esperançosas notícias. Hoje veio uma: bolsa de pós-doc, da FAPESP, concedida. Tudo bem começar a receber só em janeiro; tudo bem ter que ir de vez em quando para São Paulo; tudo bem tudo. Agora, é preciso retomar as pesquisas e esquecer os tempos de vacas magrelas.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Major Quaresma

No último dia do espetáculo, depois de uma longa temporada no SESC Consolação, fomos ontem ver finalmente Policarpo Quaresma, adaptação do romance de Lima Barreto para o palco, feita por Antunes Filho. O termo usado no programa é "adaptação", mas as teorias da cena mais recentes implicam com isso e afirmam que "adaptar" é algo pequeno para o processo de criação do diretor-autor que toma por base um texto não-dramático. Pois bem, agora o termo usado é "apropriação".

*

Não é das criações mais audaciosas, mas sincera e divertida. Destaque para o ator que incorporou o Major Quaresma, Lee Thalor, em especial em seu solo de sapateado -- para matar as saúvas que invadiram seu sítio --, acompanhando o Hino Nacional. Aplausos entusiasmados em cena aberta. Achei que, em alguns momentos, há uma perda do ritmo da peça, sempre tentando se manter ágil, mas nada que comprometesse o todo.

*

Um trecho da peça:

video

domingo, 7 de novembro de 2010

Bibliografia crítica do teatro brasileiro

Foram anos de trabalho coordenado pelo prof. João Roberto, da USP. Finalmente está no ar a Bibliografia crítica do teatro brasileiro, em sua primeira versão. É uma ampla relação de textos críticos sobre o teatro brasileiro, levantamento realizado por várias pessoas. Auxiliei nesse levantamente em 2007 e em 2010.